Casamento Judaico

Para a religião judaica, o casamento é considerado um dos atos mais sagrados. As tradições judaicas estão recheadas de significados para o casamento. Os rituais são emocionantes, considerados verdadeiras metáforas que fazem alusão ao Antigo Testamento da Bíblia.

No nível espiritual, o casamento é entendido com o significado de que o marido e a esposa se unem para formar uma única alma. É por isso que o homem é considerado “incompleto” se não for casado, como a sua alma é apenas uma parte de um todo maior que continua a ser unificada.

Segundo algumas tradições rabínicas, Deus perdoa completamente qualquer pecado que os noivos tenham cometido em suas vidas, para que possam começar as suas vidas de casados em um estado totalmente puro.

 

 

Antes do Casamento

Os noivos na semana anterior ao casamento não se vêem e no dia da cerimónia realizam um jejum desde o nascer do sol até depois da cerimónia debaixo da chupá, palácio nupcial, comendo a sua refeição juntos no fim da mesma. Além do jejum, os noivos lêem salmos e oram pelo perdão de Deus.

Conforme a tradição antiga, antes do casamento, a noiva presenteia o noivo com um talit (xale de orações feito de lã) e o noivo presentei-a com um par de castiçais. O talit costuma ser usado durante toda a cerimónia, apoiado na cabeça com as suas extremidades recaídas pelos ombros e serve para que este se lembre de ser humilde.

O vestido da noiva deve ser branco – a cor da pureza – já que todos os pecados são perdoados  no grande dia. Já o noivo usa o kitel branco por cima, lembrando uma mortalha.

 

  

 

Durante o Casamento

O chupá, de preferência sob céu aberto, é o local onde se realiza a cerimónia. É um tipo de tenda que representa o novo lar que os noivos vão construir juntos, é uma proteção que representa a bênção infinita de Deus e a harmonia conjugal. O momento é celebrado por um rabino, líder representante da religião.

Os pais acompanham os noivos até à chupá, o noivo é o primeiro a chegar e a aguardar a noiva.

Um detalhe imprescindível é a noiva ter o rosto coberto por um véu ao chegar à chupá, após ser entregue pelos seus pais ao noivo. Este ato simboliza que o futuro marido preza todo o valor que a mulher terá na sua vida. Mas a tradição judaica acredita que , no momento do casamento, a mulher carrega no rosto a felicidade divina, que deve, ser preservada.

Quando a noiva e os seus pais chegam à chupá dão sete voltas ao redor do noivo. Este é um costume difundido apenas entre as comunidades judaicas ashkenazitas (ocidentais) e simbolizam os sete dias da criação.

Os noivos não devem de levar nada nos bolsos e não devem de usar jóias durante a cerimónia, a fim de mostrarem a aceitação pura, desvalorizando o material. São servidas duas taças de vinho aos noivos e ambos bebem do mesmo copo, simbolizando a união total.

O momento da troca das alianças representa o ponto alto da cerimónia. as alianças devem de ser de ouro e lisas. A aliança deve de ser colocada na mão mais forte da noiva e representa um círculo incondicional, perfeito e inquebrável. A partir desse momento, tudo será compartilhado: avida, a casa, os bens, os sonhos, os pensamento, tudo…

Ao final da cerimónia, vem o famoso ato de quebrar o copo, que é feito pelo noivo e significa manter a lembrança da destruição do templo de Jerusalém. Já o vidro quebrado no chão significa a reconstrução em diferentes fases e toda a simbologia está ligada à visão da mortalidade do homem.

Todos os convidados celebram esse momento dizendo “Mazal Tov”, que significa “Boa Sorte” e encerra-se com música.

Durante o casamento, todos os homens devem de usar a quipá – pequeno chapéu branco –  simbolizando que Deus está acima de nós, acompanhando todos os nossos atos.

É de ressalvar, que os rituais judaicos podem ter mais do que um significado. Além disso, podemos observar casamentos com práticas distintas. Os judeus sefaradis (Espanha e países árabes) praticam costumes diferentes dos judeus ashkenazim (França e Alemanha).

A Festa

São selecionadas músicas com simbolismos e bênção, além da dança e o levantar bem alto das cadeiras dos noivos. A festa é bem animada, a maioria dos convidados está muito feliz com a união e mostram bem o que estão a sentir.

 

 

A Getting Married Wedding Planner está à vossa espera para organizar o vosso casamento de acordo com a vossa religião, costume e tradições.

Contactem-nos e celebrem o vosso amor connosco!

 

Partilhar / Share
Share on Facebook
Facebook
Share on Google+
Google+
Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixar um comentário / Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *